Criar um negócio nem sempre é reinventar a roda

Thu 04 February 2016

Esse é um tema que eu gosto muito de falar e ler, então é hora de separar um tempo e escrever sobre ele, pois é um caminho que eu pretendo percorrer. Nem sempre inovar consiste em criar um produto do zero, e dar uma nova perspectiva de algum produto que já foi criado, também é inovar, na minha visão. Eu fui criado em um meio em que as vezes era necessário ir a luta se eu quisesse ter o básico à mesa, várias vezes eu vi meu pai, quando eu era pequeno, comprar, pintar e revender bicicletas usadas, fazer cestos com fita, e partir para a feira de domingo, para tentar trazer algum dinheiro para casa. O final dos anos 80 e um pedaço dos 90 foram trash para nossa família, mas a gente sempre dava um jeito. E nessas indas e vindas de domingo, eu sempre estava com meu pai, e vendo nascer na minha frente um negócio que eu só iria dar os meus primeiros passos anos mais tarde. O empreendimento, independente do que seja, deve ter total empatia com quem empreende. Esse é o primeiro passo para poder ter sucesso. Fazer o que você gosta, vai fazer você sair na frente de muitos empreendedores. Quando você decide pensar assim, independente se parece ser lucrativo ou não, você se dedica àquilo! Você estuda conteúdos que te ajudam a fundamentar o seu negócio! E com isso você acaba diminuindo a probabilidade de uma falência prematura.

Enxergar o que não se vê é o primeiro passo para empreender.

Já parou para pensar que tudo é um ativo? Quem leu o livro Pai Rico Pai Pobre vai entender muito bem isso. Você já percebeu que empreender está ligado a resolver problemas, e problemas que se repetem diariamente? Muitos negócios nascem de soluções para problemas pessoais. Navengando por essa linha de pensamento eu comecei a rascunhar algo que eu acredito. Quando eu comecei a olhar para esse nicho eu nem tinha noção do conteúdo que existia, que poderia me auxiliar a tomar decisões. Que bom que não tornei o negócio real antes de conhecer e ter outras perspectivas. Hoje eu poderia ser mais um amargando a falência de um sonho.

Então que nicho é esse? Para esse negócio, eu não queria criar nada, apenas resolver problemas. Eu também não queria dar uma nova visão para algo que já existia. Eu nunca fui ligado tanto ao material, é até legal ter. Mas depois que nós temos, o prazer já não é o mesmo. Eu fui juntando essas coisas na minha mente, e resolvi fazer um teste por um ano, para ratificar aquilo que eu acreditava. Eu queria ter fundamentos suficientes para poder convencer primeiro a mim, que o negócio era viável. E o legal é que, para isso, eu não precisei abrir nada, nem site eu não tinha. Eu queria apenas estudar, enxergar, o lucro não era o meu alvo.

Exercite sua idéia.

O objetivo desse post não é revelar a minha idéia, e nem tão pouco fazer você entrar em um nicho que eu acredito ter potencial. Eu quero que você tenha a noção que, antes de você abrir um negócio, você deve testar esse negócio. Não tenha vergonha se você tiver que vender picolé, para testar a sua ideia, isso faz parte da imersão que você precisa fazer para conhecer os processos. Como você vai convencer alguém a investir em uma ideia? Se nem você esta convencido dela. Enquanto você esta focado no processo de aprendizado, o prejuízo de uma falencia não existe. Hoje eu trabalho como programador no nicho de turismo, e isso me faz estar diante de muitos problemas, ao longo do meu dia. Eu estou imerso no universo do turismo, existe facilidade pensar em soluções para esse nicho. Será que se for para outra area isso vai me afetar? Claro que não! A partir do momento que você passa a conhecer, você passa a resolver. Tenha isso como premissa. O processo deve ser bem claro para você, ninguém corre antes de aprender a andar. Aplicar um pouco de tempo, vai fazer você criar maturidade, e ter argumentos para poder controlar situações, que no dia a dia são difíceis de se controlar. Então o exercicio que você tem que fazer é apenas estudar, testar, ir aonde existam pessoas que compartilham das mesmas idéias que você. Até chegar o momento que o mundo vai conhecer o empreendedor de sucesso que é você.

Category: Empreendedorismo Tagged: empreendedorismo negócios

Comments